Menu fechado

A fisioterapia como adjuvante no tratamento da osteopatia craniomandibular em Buldog Inglês

Por: Renata Santos da Silva e Mirele Cristina Fuhr

A osteopatia é um distúrbio caracterizado pela sua proliferação óssea de fundo não neoplásico. Encontrada em ossos da cabeça como mandíbula, ramo mandibular, articulação temporo mandibular, occiptal, bula timpânica e eventualmente em ossos longos. Cães jovens das raças Terrier costumam ter, geneticamente, maior pré disposição e sem predileção de gênero¹. Outras raças, também podem ser acometidas, nestas a ocorrência está associada a infecções bacterianas (Escherichia coli) ou virais (vírus da Cinomose canina)2,5.

Os sinais clínicos mais comuns são dor contínua na região da articulação temporomandibular, tumefação mandibular, diminuição do interesse em se alimentar, salivação excessiva e febre6. Os sinais clínicos associados ao estudo radiográfico e histopatológico são fundamentais para realizar o diagnóstico5.

Seja bem-vindo(a) leitor(a)!
Ainda não é assinante?

Assine agora e tenha acesso ilimitado a todas as materias de todas as edições da revista Medicina Veterinária em Foco!

Assinar