Menu fechado

Tratamento conservativo da displasia coxo femural

Por Miriam Caramico

Palavras-chave: displasia, articulação coxofemoral, doenças articulares, doença articular degenerativa

Introdução

A displasia coxo-femoral (DCF) é uma doença ortopédica de grande incidência, porém complexa com múltiplos genes e fatores ambientais que influenciam a suscetibilidade a esta patologia. É caracterizada pela incongruência  articular da articulação coxo femoral, resultando em osteoartrose e dor. A articulação apresenta-se normal no nascimento e acredita-se que durante o desenvolvimento a velocidade de crescimento do sistema esquelético é maior que do sistema muscular o que resulta em cargas excessivas na cabeça femoral forçando o acetábulo dorsal e lateralmente alterando sua conformação e consequente remodelamento irregular das margens acetabulares, cabeça femoral e colo femoral gerando incongruência das superfícies articulares e osteoartrose secundária.

Seja bem-vindo(a) leitor(a)!
Ainda não é assinante?

Assine agora e tenha acesso ilimitado a todas as materias de todas as edições da revista Medicina Veterinária em Foco!

Assinar